“O circo já chegou!” é tema do X Festival de Artes do CPS de Aramina
28/11/2017

imagem imagens/notícias/CIRCO-ARAMINA2017-1.jpg
imagem imagens/notícias/CIRCO-ARAMINA2017-2.jpg
O Ginásio Poliesportivo de Aramina recebeu, dia 14 de novembro, um dos eventos mais esperados do ano: o X Festival de Artes do Centro de Promoção Social (CPS) da Fundação Sinhá Junqueira (FSJ) no município. Participaram 166 assistidos dos projetos Kung Fu, Dança e Terapia Chinesa, além de familiares, profissionais e diretores da FSJ.

Este ano, o festival teve como tema “O circo já chegou!”, retratado tanto nas coreografias, quanto na cenografia das apresentações. “Propusemos que nosso ‘respeitável público’ embarcasse por completo no ‘mundo mágico do circo’, com muita música, cores e diversão ao longo de toda noite”, contou Gabriella Martins.

Assim, o Projeto Dança abriu o evento com as coreografias “Vendedores de Balão”, “Leões”, “Bailarinas”, “Apresentadores”, “Palhaços”, “Mágicos”, “Malabaristas”, “Contorcionismo”, “Equilibristas” e “Can Can’s”.

Nos intervalos, durante a preparação do palco, três assistidos realizaram apresentações de tai chi, em conjunto com a pintura de uma face misteriosa ao toque de um violino – tudo dentro da temática circense.

Em seguida, foi vez do Projeto Kung Fu – com apresentação de várias formas e demonstrações técnicas, como a “Dança do leão chinês”, formações em equipe utilizando leques, cadeiras, lanças, espadas e também à mão livre. O Projeto Terapia Chinesa também participou, com a realização de uma formação final com todos os assistidos.

Os demais projetos, como o Grupo de Crianças, Adolescentes, Pacientes Oncológicos e Pedagógico foram representados no “Cantinho das Artes”, com exposições dos trabalhos realizados ao longo do ano, tais como: “Romero Britto”, “Cuidando das Emoções”, “Meio Ambiente”, “Mágico de Oz”, “Saúde Emocional”, entre outros.

“O Festival de Artes da Fundação Sinhá Junqueira é um convite para que as famílias de Aramina conheçam o trabalho desenvolvido por nós – e também uma oportunidade para que toda comunidade tenha contato com o universo das artes, música, dança e artes marciais”, resumiu Paula Alves.

voltar
· · · TI-FSJ
Copyright ©2011 Fundação Sinhá Junqueira. Todos os direitos reservados.