Espaço reservado para a Animação em Flash
Museu Nossas Raízes, da Fundação Sinhá Junqueira, resgata histór Museu Nossas Raízes, da Fundaç... Localizado no núcleo residencial da Fundação, em Igarapava, espaço será aberto ao público em janeiro de 2016. Visitações pedagógicas agendadas para escolas municipais já começaram.     A Fundação S... saiba mais A Fundação Sinhá Junqueira A Fundação Sinhá Junqueira vem a público comunicar que se encontra em andamento o processo de adequação do espaço físico da Vila da Usina Junqueira, em Igarapava.Com o objetivo de conservar a Vila, toda a rede de energia e... saiba mais
Últimas Notícias
Últimas Notícias
25/08/2016 Fundação Sinhá Junqueira promove atividade para estimular adolescentes na busca de seus objetivos A Fundação Sinhá Junqueira – Centro de Promoção Social em Aramina, promoveu, no início de agosto, mais uma atividade estimulante. Voltada para assistidos de 11 a 13 anos que integram o Projeto Grupo Adolescentes, “Meus Desejos”, como foi intitulada, teve como objetivo incentivá-los a batalhar e realizar os sonhos que os movem.   Segundo Ângela Campos, psicóloga responsável pelo projeto, a atividade foi bastante pertinente, já que nessa fase da vida – a adolescência - eles começam a sonhar em ser alguém famoso, possuir coisas, pertencer a algum grupo ou lugar. “Na primeira parte conversamos sobre metas, o que pode ser feito para que os desejos se concretizem. O quanto a força interior é importante para que aconteça, sendo talvez a principal responsável pela realização”, ressalta. Além disso, conforme relata a psicóloga, foi explicado aos assistidos que sempre é preciso analisar se o desejo é possível de ser realizado ou não. “Os adolescentes falaram sobre seus sentimentos e quando pensaram em seus desejos particulares os relatos foram de muita alegria, pois puderam vivenciá-los em sua imaginação”, lembra. Já em um segundo momento da atividade, cada participante ressaltou seus anseios para o grupo. “Senti que, embora algumas vezes não demonstrem, eles desejam que o grupo cresça para que a troca seja maior e mais efetiva e que a relação de amizade, união e ajuda mútua permaneça”, conta Ângela. E o resultado não poderia ter sido melhor. “É perceptível o brilho nos olhos deles quando imaginam seus desejos sendo realizados”. Os adolescentes, prossegue a psicóloga, foram acolhidos e conscientizados, mais uma vez, de que esses desejos precisam ter alguma conexão com a realidade para que não haja frustrações. “Eles demonstraram compreensão, o que resultou em uma interação sensacional logo após a atividade. Um verdadeiro espírito de união e empatia”, conclui.  saiba+ 10/08/2016 Assistidos da Fundação Sinhá Junqueira aprendem na prática sobre revitalização do solo A Fundação Sinhá Junqueira – Centro de Promoção Social em Guará, por meio do Projeto Pedagógico da unidade, está promovendo uma atividade de revitalização do solo. A ação, que conta com a participação 153 assistidos do Projeto pedagógico, com idade entre sete e 15 anos, teve início em julho e vai até o final de agosto. Segundo a assistente social Paula Aparecida Alves, as atividades ligadas ao uso do solo tais como revolver a terra, plantar, arrancar mato, podar, regar não só constituem um ótimo exercício físico como também representam uma forma de aprendizado saudável e criativo. O espaço em frente à sede da unidade, que era coberto apenas por grama, futuramente, se tornará mais bonito, arejado e agradável.  A iniciativa procura apresentar atividades que despertassem o interesse do assistido no cuidado com o ambiente. O” Projeto está sendo um verdadeiro laboratório ao ar livre para as aulas. Os assistidos estão aprendendo, na prática, temas como nutrientes do solo, a luminosidade, temperatura, fotossíntese, desenvolvimento de plantas, a vida dos insetos, medidas de áreas e o tempo de espera necessário para vermos as arvores e flores nascerem e crescerem”, detalha Paula.   De acordo com ela, essas experiências ao vivo vêm despertando o interesse pelas aulas. Os assistidos são incentivados a pesquisar e debater mais os assuntos, melhorando assim o aprendizado.  Processo de revitalização   Paula explica que os assistidos estão presentes na maioria das etapas e atividades desenvolvidas na revitalização, tais como: seleção das espécies a serem cultivados, plantio e cuidados. Os professores estão auxiliando os alunos no desenvolvimento, manutenção e na supervisão dos trabalhos.   Para que o projeto tivesse base na forma correta do plantio e manutenção das mudas, foi solicitada a presença de dois profissionais da área. Ao iniciar o plantio, foi necessário perfurar o solo, o que exige a utilização de materiais como a enxada e a cavadeira. Esta etapa realizada pelos jardineiros.   Em seguida, prossegue a assistente social, eles ensinaram as crianças sobre como o plantio é feito, o tipo do solo, a necessidade de aguar para que a planta se desenvolva e o cuidado no processo para que não cause danos às mudas. “Foi nesse momento que as crianças colocaram a mão na massa e realizaram o plantio”, relata Paula. Durante dois dias, elas plantaram Orquídeas selvagens, Oiti e Graviola – um total de 50 unidades.   Ao término dos dois dias de atividades externas, as crianças foram divididas em turmas para realizar o processo de irrigação, muito importante para que as plantas se firmem ao solo e cresçam saudáveis. “Foi possível observar total interesse e comprometimento em todos os assistidos”, destaca Paula. “Através da revitalização estamos propiciando um melhor ambiente de convivência em nosso Centro de Promoção Social, um meio saudável para atividades externas e a consciência de preservação do meio ambiente.” saiba+
· · · TI-FSJ
Copyright ©2011 Fundação Sinhá Junqueira. Todos os direitos reservados.