Espaço reservado para a Animação em Flash
Museu Nossas Raízes, da Fundação Sinhá Junqueira, resgata histór Museu Nossas Raízes, da Fundaç... Localizado no núcleo residencial da Fundação, em Igarapava, espaço será aberto ao público em janeiro de 2016. Visitações pedagógicas agendadas para escolas municipais já começaram.     A Fundação S... saiba mais A Fundação Sinhá Junqueira A Fundação Sinhá Junqueira vem a público comunicar que se encontra em andamento o processo de adequação do espaço físico da Vila da Usina Junqueira, em Igarapava.Com o objetivo de conservar a Vila, toda a rede de energia e... saiba mais
Últimas Notícias
Últimas Notícias
14/03/2019 Fundação Sinhá Junqueira lança pedra fundamental do Centro de Promoção Social de Igarapava Na tarde de segunda-feira (11 de março), a Fundação Sinhá Junqueira lançou a pedra fundamental do Centro de Promoção Social de Igarapava, uma obra com projeto arquitetônico diferenciado e com capacidade para atender mais de 300 assistidos. O evento contou com a presença da presidente da Fundação, Maria Luiza Arantes Rocco; do presidente da Construtora Hoss (responsável pela obra), Wagner K. Suzuki do prefeito municipal, José Ricardo, entre outras autoridades locais. A cerimônia teve início com uma bênção do Frei Wagno Palma. Em seguida, foi executado o ritual do Kuwaireshiki, que simboliza o primeiro movimento de terras na obra - um assentamento simbólico de tijolos - ação realizada por todos os diretores da Fundação presentes e também pelo presidente da construtora. Este rito faz parte da tradição japonesa que tem uma maneira própria de planejar e executar seus projetos, privilegiando a segurança da obra e saudando o início de sua construção. O evento contou ainda com o ritual da cápsula do tempo, onde foi armazenada uma com jornais locais e de circulação nacional, moedas vigentes, calendário do mês e ainda a planta da obra, que ficou exposta na entrada do local para que todos os presentes a assinassem.  “Nós somos passageiros, mas a construção pode ser eterna e esta cápsula possibilita as futuras gerações saberem quando, como e em que contexto histórico ela foi erguida”, explica Suzuki. Marco arquitetônico - O Centro de Promoção Social de Igarapava tem previsão para ser inaugurado no primeiro semestre de 2020 e terá capacidade para atender mais de 300 assistidos. A obra será um marco arquitetônico para a cidade. Além de ser totalmente sustentável – com energia fotovoltaica, reuso da água, entre outras práticas de sustentabilidade - tem uma arquitetura contemporânea, mas que ao mesmo tempo vai resgatar e valorizar a história da Fundação. “A Fundação reservou e, faz parte do projeto arquitetônico em sua fachada, tijolos preservados das primeiras edificações construídas ainda pelo Coronel Quito Junqueira (que datam de 1929)”, explica Maria Luiza. O Centro de Promoção Social de Igarapava fica localizado na rua Limiro Galvão s/nº, Jardim Havaí. Sobre a Fundação de Assistência social Sinhá Junqueira (FSJ) - A FSJ é uma instituição civil criada e instituída em 1950, pela saudosa e benemérita Senhora Dona Theolina (Sinhá) Junqueira. Tem como objetivo principal cooperar para a solução dos problemas de assistência e proteção aos necessitados. Atualmente, a Fundação tem centros de promoção social nos municípios de Aramina, Guará, e Jeriquara e em abril inaugura em Ituverava. Vários projetos de educação complementar para crianças e adolescentes no contraturno escolar são realizados como: Dança, Kung Fu, Música, Teatro, Esportes variados, além de outros voltados a públicos diversos como pacientes oncológicos e adultos. Os centros de atendimento da FSJ são dotados de excelente infraestrutura socioeducativa, e contam com o trabalho de profissionais especializados nas áreas de assistência social, educação e esportes. Todos os projetos mantidos pela instituição são oferecidos gratuitamente à população das cidades atendidas.  saiba+ 22/11/2018 Kung fu da Fundação Sinhá Junqueira participa de campeonato na Argentina e volta com medalhas Quatro atletas da Fundação Sinhá Junqueira conquistaram medalhas em campeonato internacional de kung fu, realizado em novembro em Buenos Aires, capital da Argentina. No feminino, Brenda Campos conquistou duas medalhas de ouro no estilo wushu moderno: nas categorias mãos e armas. A atleta foi ainda prata em dulian. Quem também obteve ótimos resultados no torneio foi Maria Tereza, ouro na categoria armas especiais e prata em armas médias. Já no masculino, os destaques foram Brayan Cristiano, que obteve medalha de ouro no estilo wushu moderno, na categoria changquan; e prata em armas especiais e em dulian. Por fim, Mateus Cunha voltou da Argentina trazendo na bagagem quatro medalhas de ouro: em wushu moderno, em dulian, em armas especiais e na categoria mãos livres. De acordo com o mestre do Projeto Kung Fu, Adriano Campos, o resultado foi muito satisfatório para a Fundação. “Nossos assistidos competiram com atletas de vários outros países e conquistaram medalhas importantes. É um ótimo resultado, fruto do trabalho e empenho de todos.” saiba+
· · · TI-FSJ
Copyright ©2011 Fundação Sinhá Junqueira. Todos os direitos reservados.